Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 17 de outubro de 2021 | Campinas e Região


Um aeronave desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), às 4h35 com a carga totalizando 1.333.800 doses. As outras entregas foram feitas na quinta (14), sexta (15), e sábado (16).

Estas remessas integram o segundo acordo entre Pfizer e governo federal, assinado em 14 de maio, que prevê mais 100 milhões de vacinas entre outubro e dezembro. O primeiro lote do presente contrato chegou ao Brasil no dia 9 de outubro, com 1.989.000 doses.

Carga de vacinas da Pfizer desembarca no Aeroporto de Viracopos, em Campinas, no domingo, 17 de outubro – Foto: UPS

Obrigatoriedade de presença em aula

No entanto, na prática, a medida só poderá ser cumprida em algumas unidades também a partir de 3 de novembro, quando o distanciamento de 1 metro entre as carteiras, a medida para conter a transmissão da Covid-19, não será mais exigido. A determinação foi anunciada pelo governador João Doria (PSDB) na quarta-feira (13).

A exigência do governo estadual vale para redes municipal e privada, mas como cidades e unidades particulares prazo para se adaptar e autonomia para mudar a orientação caso entendam que há necessidade.

Desde o início da pandemia, já foram contabilizados 409.535 registros confirmados da enfermidade e 11,758 vidas perdidas nos 31 municípios da área de cobertura do g1 Campinas.

  • MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil
  • Coronavírus: veja perguntas e respostas

A região de Campinas alcançou nesta sexta-feira (15) 5 milhões de vacinas aplicadas contra Covid-19 nas 31 cidades. Da população total, 2.204.175 pessoas estão totalmente imunizadas, o equivalente a 62,79% dos habitantes.

  • Total de pessoas que receberam ao menos a primeira dose: 2.714.788 (77,33% da população)
  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (com duas doses ou dose única): 2.204.175 (62,79% da população)
  • Total de doses aplicadas: 5.007.918

Ouro Verde retoma ala de reabilitação

O Hospital Ouro Verde de Campinas (SP) retoma duas áreas nesta segunda-feira (18): o Centro de Reabilitação, que focará no tratamento de pacientes com sequelas respiratórias causadas pela doença, e a Unidade de Cirurgia Ambulatorial (UCA) para cirurgias eletivas.

Ambas as unidades foram desativadas para abrigar leitos de enfermaria e Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para atender pacientes com Covid-19 no ano passado por causa do avanço da pandemia.

Na área da UCA, instalado sido instalado dez leitos de UTI. Já no Centro de Reabilitação, foram 38 leitos de enfermaria. Todos foram desativados.

Segundo a diretoria do Ouro Verde, a melhora nos índices da pandemia desativação das estruturas de UTI para retomada das setores.

Hospital Ouro Verde, de Campinas – Foto: Carlos Bassan

VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região



Source link

Escreva um Comentário