Últimas notícias de coronavírus na região de Campinas em 12 de dezembro de 2021 | Campinas e Região


Apesar dos novos diagnósticos positivos e vidas perdidas registrados nos últimos 14 dias, o aumento importante indicador foi menor no comparativo com o boletim anterior divulgado pelo g1 junto às 31 prefeituras de Campinas e Região.

"Essa queda é um reflexo da ampliação da campanha de vacinação. (…) Mas outro fator que pode também provocar essa queda é a redução no número de testes feitos. Por estarem vacinadas, as pessoas podem não se preocupar com a testagem ao ter sintomas ", diz o médico infectologista do Hospital PUC-Campinas, André Bueno.

Apesar da redução no número de internações e mortes, o especialista cita que é importante que os dados de boletins divulgados pelas prefeituras venham acompanhados pelo percentual de positividade de testes para que o acompanhamento do cenário seja feito de modo mais realista.

"Hoje, nós não temos esse último dado (positividade de testes) divulgado pelas administrações, e seria importante termos. É uma preocupação entre os profissionais da saúde", diz.

O g1 acompanhando o enfrentamento da pandemia da Covid-19 nas 31 cidades da área de cobertura da região de Campinas.

Desde o início dos casos positivos e mortes provocadas pela doença, as prefeituras registraram 11.954 óbitos e um total de 419.716 moradores infectados, até 18h54 deste sábado (11).

  • MAPA: casos de coronavírus pelo Brasil
  • Coronavírus: veja perguntas e respostas
  • Total de pessoas que receberam ao menos a primeira dose: 2.792.414 (79,54% da população)
  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (com duas doses ou dose única): 2.674,264 (76,18% da população)
  • Total de doses aplicadas: 5.891.941

Fuvest em meio à pandemia

A Fuvest realiza neste domingo (12) a prova da 1ª fase do vestibular 2022 para ingresso na Universidade de São Paulo (USP). Os portões são abertos ao meio-dia e fechados às 13h, quando tem início a prova.

Em Piracicaba (SP) e Limeira (SP), 4.049 candidatos prestam os exames. Os cerca de 110 mil candidatos inscritos em todo o Brasil têm de seguir um esquema especial com cuidados para a prevenção da Covid-19, a exemplo do ano passado.

A ocupação máxima dos locais de prova será de 50% do total em cada escola, e os estudantes devem manter o uso de máscaras, cobrindo nariz e boca, durante todo o tempo de prova.

A máscara só pode ser escolhido quando o candidato a beber água e no momento do reconhecimento facial. Durante a prova, um fiscal irá passar na sala com um tablet para fazer esse reconhecimento.

Haverá disponibilização de álcool em gel para a higiene das mãos e de álcool etílico para a limpeza da mesa do candidato.

O consumo de alimentação dentro das salas no período de aplicação de exame continua proibido. Se quiser comer, o candidato deve pedir permissão ao fiscal e se alimentar em um local demarcado pela coordenação da escola. No entanto, o tempo gasto com a alimentação não será reposto.

O exame será aplicado em 119 locais neste ano, contra 148 em 2020.

VÍDEOS: tudo sobre Campinas e região



Source link

Escreva um Comentário