Região de Campinas tem 50 mortes por Covid-19 em 14 dias e registro 3.159 casos positivos a mais | Campinas e Região


Nas duas últimas semanas, a região de Campinas (SP) registrou 50 mortes provocadas pela Covid-19. De acordo com as prefeituras, o número de 14 de novembro era de 11.873 óbitos, e subiu para 11.923. Os casos também positivos subiram, de 416.081 para 419.240, uma diferença de 3.159 registros de infectados.

O avanço da vacinação tem freado a alta de casos, internações e mortes, e tem sido um fator importante diante das variantes do coronavírus ao longo deste ano no Brasil e em outros países. Locais com baixa adesão à vacina registraram aumento importante no número de infectados com um ômicron.

  • Ômicron: veja países onde a nova variante de preocupação do coronavírus já foi detectada

Nesta mesma época do ano em 2020 – quando ainda não havia vacina, mas as cidades viviam um período de maior flexibilização das atividades e da economia no Plano São Paulo – foram 10.216 casos a mais e 82 mortes no intervalo de duas semanas. Veja a relação no gráfico abaixo:

Covid-19: evolução de casos e mortes na região de Campinas

Dados das 31 cidades da área de cobertura do g1 Campinas

Fonte: Prefeituras

Avanços e desafios da vacinação

Desde que a campanha de imunização começou, em janeiro deste ano, como cidades, que concentram um total de 3.510.602 habitantes, já somam 73,93% da população protegida contra o coronavírus por meio das vacinas. O dado é do sistema Vacivida do governo estadual.

Campinas segue vacinando contra Covid-19 – Foto: Fernanda Sunega / PMC

O destaque fica com Pedra Bela, que possui uma população na maioria formada por adultos e idosos, grupos que podem ser imunizados. Dos 6.127 moradores, 5.475 recebidos como duas doses ou uma dose única, o equivalente a 89,36%. Confira os detalhes de todos os 31 municípios abaixo, até este sábado (27).

  • Total de pessoas que receberam ao menos a primeira dose: 2.782.056 (79,25% da população)
  • Total de pessoas que estão totalmente imunizadas (com duas doses ou dose única): 2.595.499 (73,93% da população)
  • Total de doses aplicadas: 5.697.793

A vacinação só foi permitida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária em pessoas maiores de 12 anos de idade até o momento – mas a aplicação das doses em adolescentes ainda é um desafio em muitas cidades.

Na última semana, uma metrópole começou a aplicar vacinas sem a necessidade de agendamento nas escolas estaduais, após o Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa) identificar 23 mil estudantes que não receberam nem a primeira dose da proteção.

A imunização de crianças está em análise pelo órgão federal e ainda não há uma previsão para ela começar.

Uso de máscara vai mudar

A partir de 11 de dezembro, algumas cidades da região vão liberar o uso de máscaras de proteção em ambientes externos. A medida foi anunciada pelo governo do estado no dia 24 de novembro.

Por ora, as prefeituras que já se manifestaram positivamente foram: Americana, Hortolândia, Indaiatuba, Valinhos, Vinhedo, Holambra, Lindoia, Mogi Mirim, Pedreira e Socorro.

Em Campinas, uma prefeitura informou que vai decidir sobre a regra nesta semana. A administração não comunicou a dados exata, mas disse que também serão definidas como medidas para réveillon e carnaval.

Casal no Centro de Campinas durante uma pandemia do coronavírus; ela usa máscara corretamente e ele não – Foto: Reprodução / EPTV

VÍDEOS: veja o que é destaque na região de Campinas



Source link

Escreva um Comentário