Busto é representação inédita da figura histórica do Cap. Rocha

Pela primeira vez, o personagem histórico Capitão Antonio da Rocha Loures ganhou uma representação. Recém-instalado em frente à Prefeitura de Guarapuava, o seu ônibus é uma obra artística de Jhonnathan Ferreira

17/12/2019 11:04 –
Enfim, Cap. Rocha ganhou sua primeira representação nas artes e também nos anais da história. Graças ao trabalho de pesquisa do artista plástico Jhonnathan Ferreira, o rosto dessa figura importante no surgimento de Guarapuava veio à luz. Pelo menos, em uma versão possível. É que, segundo Ferreira, não houve registro oficial (foto, xilogravura, gravura ou pintura) do rosto do Capitão Antônio da Rocha Loures. Desse modo, o artista viu muita pesquisa em documentos e nos traços da família Rocha Loures (antepassados ​​e descendentes) para chegar a uma representação. Esse molde se tornou o ônibus recém-instalado em frente ao Paço Municipal. “Não tem nenhuma imagem do Cap. Rocha. A imagem final dessa representação do Cap. Rocha foi construída através de pesquisa da família. A gente estava pegando fotos dos familiares de Guarapuava e de Curitiba e estava fazendo um estudo de anatomia para ver quais são os traços que mais se repetiam em cada Rocha Loures ”, explica Ferreira, em entrevista ao CORREIO. O processo todo demorou um ano, entre os primeiros desenhos, pesquisas (anatômica e de personalidade) e construção do ônibus. Tudo começou por meio de Murilo Teixeira, membro do Instituto Histórico de Guarapuava (IHG) e da Casa Benjamin Teixeira. Ele teve o sonho de construir uma obra para lembrar o Cap. Rocha. Em seguida, foram feitos os contatos com os familiares do capitão e a Casa da Cultura de Guarapuava, na figura de Rosevera Bernardim.
Para construir o ônibus, o artista plástico Jhonnathan Ferreira fez um estudo histórico e da anatomia dos familiares do Cap. Rocha (Foto: Secom)
TÉCNICA O artista explica que a escultura do ônibus foi feita com resina, poliéster, fibra de vidro e malha de aço galvanizado. Mesmo isolado ao ar livre, tem desgaste com acabamento em bronze. Ele contém três bustos do Cap. Rocha. Uma das reproduções já está instalada na parte externa do Paço Municipal; outra foi levada para o mausoléu do capitão; e o último será em São José dos Pinhais. Mas já tem uma quarta parte que será aplicada em cera, para ser enviado a Curitiba, onde terá tratamento em bronze. Essa obra foi publicada no Museu Paranaense. Sem contar também os custos de Padre Chagas e Diogo Pinto de Azevedo Portugal, em breve, companhia para Cap. Rocha na frente da Prefeitura de Guarapuava. Existe o projeto de instalação do “trio pioneiro”, como diz no IHG.
A escultura do ônibus foi feita com resina, poliéster, fibra de vidro e malha de aço galvanizado (Foto: Cristiano Martinez / Correio)
HISTÓRIA Além do artista plástico, Jhonnathan Ferreira é historiador formado. Segundo ele, o Cap. Rocha e o Padre Chagas (ambos com nome de duas ruas de grande fluxo na área central) escrever o primeiro automóvel da Freguesia, nos primórdios de Guarapuava. Aliás, Ferreira registrou que três nomes foram importantes nesse período de treinamento do município. Diogo Pinto de Azevedo Portugal (outro nome de rua e protagonista da “rotatória do cavalo”) liderou uma expedição que deu certo; O Padre Chagas já era uma das personalidades que lutavam para que a Freguesia e a Igreja fossem instaladas em um local com grande potencial para o desenvolvimento de Guarapuava. “E, depois, o capitão (Rocha) era o cara do braço armado e fazia uma relação com os índices”. Segundo ou histórico, naquela época veio uma carta determinando o que Cap. Rocha encaminhasse em um processo pacífico. Mesmo assim, houve conflito bélico no Fortim Atalaia (onde fica hoje o distrito de Palmeirinha) em meio a tentativas de conciliação. Claro que Ferreira reconhece que hoje essa intervenção do homem branco em terras indígenas ocorreu de maneira violenta, pois era uma imposição de uma cultura específica ao povo local. “Só que, na época, era o jeito civilizatório”, destacando que, para Guarapuava, foi muito importante esse alívio pacífico.
Source link

DESENTUPIDORA PINHAIS 24 HORAS

Serviços de Desentupimento, Hidrojateamento, Limpeza de Fossa, Remoção de Resíduos.Desentupidora Pinhais faz serviços de desentupimento, limpa fossa, hidrojateamento e serviços de encanador. Atendemos residências, condomínios, pontos comerciais e industriais. Nossa meta é trazer para os clientes a solução mais rápida do mercado. Contamos ainda com muitos profissionais especializados, todos altamente qualificados e com equipamentos de ponta para execução de serviços como desentupimento, limpa fossa, hidráulica, dedetização, encanador, caça vazamentos.

Escreva um Comentário