Covid-19: Campinas faz ação para vacinar alunos em escolas estaduais nesta terça e quinta; confira | Campinas e Região


Campinas (SP) realiza nesta terça-feira (7) uma nova etapa da ação para vacinar contra a Covid-19 alunos de escolas estaduais, além de trabalhadores familiares e familiares dos estudantes – veja programação abaixo. O objetivo é ampliar uma cobertura vacinal entre jovens a partir de 12 anos.

Segundo a Secretária de Saúde, uma iniciativa de tomada a partir de dados de levantamento feito pelo Departamento de Vigilância em Saúde (Devisa). A pesquisa apontou que pelo menos 23 mil estudantes da rede estadual com idade a partir de 12 anos estão sem a primeira dose da vacina contra o Covid-19, e 14 mil sem a segunda dose.

De acordo com a pasta, a cobertura vacinal de primeira dose imunizante em crianças entre 12 e 14 anos é de 66,5%. Entre as pessoas de 15 a 17 anos, a cobertura é de 68,1%. Em relação à população adulta, a cobertura vacinal completa na metrópole atingiu 92,4%.

A ação programou a visita em oito escolas entre esta terça (7) e quinta (9). Confira:

  • Escola Estadual "Barão Ataliba Nogueira" (CS Aurélia)
  • Escola Estadual "Hildebrando Siqueira" (CS Eulina)
  • Escola Estadual "Luis Tadeu Facion" (CS Rosália)
  • Escola Estadual "31 de Março" (CS Santa Mônica)
  • Escola Estadual "Professora Castinauta de Barros Mello e Albuquerque" (CS São Marcos)
  • Escola Estadual "Professora Dora Maria Maciel de Castro Kanso" (Vila CS)
  • Escola Estadual "Professor Francisco Alvares" (CS Barão Geraldo)
  • Escola Estadual "Professor Messias Gonçalves Teixeira" (CS Anchieta)

Crianças e adolescentes devem levar RG e / ou CPF e autorização assinada por algum responsável. Adultos que vacinarem precisar levar algum documento de identificação.

Para os casos de segunda dose ou dose adicional, o adulto também precisa levar a carteira de vacinação com o comprovante da (s) primeira (s) dose (s).

Serão respeitados os prazos de intervalos das vacinas; veja

  • Vacina da Pfizer: para receber a segunda dose da Pfizer é preciso um intervalo de pelo menos 21 dias (três semanas) para as pessoas a partir de 18 anos. No caso de adolescentes, o intervalo é a partir de oito semanas.
  • Vacina Astrazeneca: o intervalo entre as doses da vacina da Astrazeneca é de, no mínimo, oito semanas.
  • Vacina CoronaVac: o intervalo entre as doses da vacina CoronaVac é de quatro semanas.
  • Adicional de dose: as pessoas a partir de 18 anos precisam ter completado o esquema vacinal há pelo menos cinco meses. Pessoas com alto grau de imunossupressão podem receber uma dose adicional a partir de 28 dias da segunda dose.

VÍDEO: Tudo sobre Campinas e região



Source link

Escreva um Comentário