Câmara vota ampliação da licença-paternidade dos servidores


Sessão da Câmara (Foto: Divulgação)

A Câmara de Campinas discute nesta quarta-feira (27) o PL (Projeto de Lei) do prefeito Dário Saadi (Republicanos) que amplia a licença-paternidade aos servidores municipais por mais 15 dias, além dos cinco já consolidados atualmente.

O intuito é valorizar a necessidade de tornar efetivos os princípios e diretrizes das políticas públicas para a primeira infância. A proposta será o sexto item a ser analisado na sessão ordinária da noite de hoje e será discutido de forma definitiva.

A iniciativa enviada ao Legislativo é fruto de um grupo de trabalho formado no início do ano pelas massas de Assistência Social, Pessoa com Deficiência e Direitos Humanos; Recursos Humanos; Finanças; Gestão e Controle e Assuntos Jurídicos.

"Essa etapa da vida é essencial para evitar agravos da fase adulta. Então, quantos mais estímulos bons as crianças saem, melhor chegarão à vida adulta. A partir disso, e também do Marco Legal da Primeira Infância, uma legislação nacional, instituímos esse grupo ", afirmou Eliane Jocelaine Pereira, secretária de Assistência Social, e atualmente à frente de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas.

ASSENTOS PREFERENCIAIS

Também será votado na primeira análise do texto de autoria do vereador Carmo Luiz (PSC) que reserva assentos preferenciais para idosos, gestantes, obesos, lactantes e pessoas com deficiência nos terminais e pontos de parada de ônibus.

ESCADAS ROLANTES

Outra matéria que será apreciada em plenário em primeira votação é a propositura do vereador Marcelo Silva (PSD) que determina a correção de placas com informações sobre segurança nos adaptáveis ​​que fornecem rolante.

SESSÃO DE HOJE

A Câmara Municipal realiza uma 24ª reunião ordinária do ano de forma presencial com a participação do público nas galerias do plenário, respeitando todos os protocolos sanitários. A TV Câmara transmite uma reunião ao vivo a partir das 18 horas.



Source link

Escreva um Comentário