Polícia vai analisar conversas no grupo da escola em que o aluno foi alvo de preconceito após sugerir trabalho com tema LGBT | Campinas e Região

Além disso, a Secretaria de Educação de São Paulo (Seduc-SP) informou que a Diretoria Regional de Educação de Campinas Leste esteve nesta segunda-feira (14) na escola e "deu início às apurações para que todas as medidas cabíveis possam ser adotadas de forma assertiva ". O aluno e a família serão recebidos nesta terça-feira (15) para um acolhimento, segundo a massa.

O caso aconteceu na sexta-feira (11) e ocorrência foi registrada no sábado (12). A irmã do menino foi quem registrou o boletim de ocorrência e também fez um relato nas redes sociais sobre o caso. Por telefone, um autônoma contava ao G1 que o estudante mandou uma mensagem no grupo da sala, do 6º ano do Ensino Fundamental, com uma proposta de estudo sobre o mês do Orgulho LGBT, celebrado em junho.

Capturas de tela e áudios enviados por ela ao G1 apresentação que, após a sugestão, houve uma sequência de mensagens nas quais pais de alunos e pessoas que se identificaram como sendo da "direção" afirmaram que uma ideia do garoto era, além de "absurda", "desnecessária", e solicitaram que ele apagasse a mensagem (veja abaixo).

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que o caso é investigado pelo 7º Distrito Policial de Campinas e que além de ouvir a irmã da vítima, "diligências estão em andamento ao conhecimento dos fatos".

Imprimir mostra conversas no grupo da escola de jovem que sugeriu trabalho LGBT – Foto: Reprodução

De acordo com a Secretaria de Educação, uma equipe do Programa de Melhoria da Convivência e Proteção Escolar (Conviva SP) também foi enviada para apoiar o estudante, sua família e a comunidade escolar.

"A Seduc-SP conta com psicólogos profissionais no programa Psicólogos na Educação, que está presente em todas as escolas estaduais, e já foi disponibilizado para atendimento para o estudante", informa a pasta.

Conversas afirmação crítica a garoto de 11 anos após sugestão de trabalho LGBT – Foto: Reprodução / EPTV

A irmã da criança explicou que chegou em casa na sexta-feira (11), quando viu o irmão chorando, falando ao telefone com alguém que dizia ser a coordenadora da escola.

"Ela ligou para o meu irmão e disse para ele que a sugestão era um absurdo e inadequada para a idade dele. Ela ainda disse que se ele não apagasse a mensagem, iria tirá-lo do grupo. Justo agora que, com as aulas online , os grupos são tão importantes. Nunca pensei que uma coordenadora pudesse falar desse jeito com um aluno ", afirmou.

A irmã do jovem também contou que chegou a discutir com a mulher e afirmou que foi questionada se ela também não achava que uma criança sugerir um trabalho com tema LGBT.

A autônoma, que também está no grupo da sala, disse que mandou áudios criticando a postura dos pais e da escola. No entanto, segundo ela, logo depois o grupo foi Entupido e só funcionários da unidade informados aptos a enviar mensagens.

Trecho do relato escrito pela irmã do garoto no Facebook, após uma denúncia de preconceito em Campinas – Foto: Reprodução / Facebook

"Eu não vou permitir que façam isso com meu irmão. A gente tem uma ótima relação com a minha mãe, mas ele mora comigo e com meu marido, porque ele prefere assim. Então eu sou responsável por ele. Aqui a gente fala sobre tudo , não temos preconceito ", afirmou.

Isso não deveria existir nem no passado, mas, nos dias de hoje, uma instituição de ensino, que deveria ensinar a não ter preconceito, promover o preconceito dessa forma, é inaceitável ", completou.

De acordo com a irmã do estudante, até este domingo (13), não houve nenhum contato da direção da escola com a família sobre o episódio. Além disso, um autônoma afirmou que o irmão ficou muito abalado, chorou muito e ficou até sem comer. Ele passará por um psicólogo na tarde desta segunda-feira (14). "Eu estou revoltada com o estado que as pessoas alterar meu irmão", explicou.

Escola Estadual Anibal de Freitas, em Campinas – Foto: Reprodução / Google Street View

Fonte: Post Completo

Desentupidora campinas

Técnico em Desentupimento da Desentupidora Campinas

Essas foram mais umas das dicas e Noticias de Campinas e Região que a Desentupidora Campinas oferece diariamente em seus post por isso volte sempre para ver, temos posts novos todos os dias, de como desentupir pia, como desentupir ralo, como desentupir vaso, como contratar uma Desentupidora em CampinasTabela de Preço para serviços de Desentupidora, e por ai vai.

A Empresa Desentupidora

A Desentupidora Campinas atua no mercado a mais de 19 anos, tendo assim experiência e sabedoria ao executar um trabalho simples ou complexo.

DESENTUPIDORA CAMPINAS 24 HORAS

Serviços de Desentupimento de esgoto em geral, Hidrojateamento, Limpeza de Fossa, e Caixa de Gordura.

DESENTUPIDORA CAMPINAS faz serviços de desentupimento de caixa de gordura, limpa fossa, hidrojateamento e serviços de encanador.
Atendemos residências, condomínios, pontos comerciais e industriais. Nossa meta é trazer para os clientes a solução mais rápida do mercado.

Contamos ainda com muitos profissionais especializados, todos altamente qualificados e com equipamentos de ponta para execução de serviços como desentupimento de esgoto, limpa fossa, hidráulica, dedetização, encanador, caça vazamentos.

A marca DESENTUPIDORA CAMPINAS é melhor Desentupidora de CAMPINAS.

DESENTUPIDORA CAMPINAS atende a área de CAMPINAS e região. Somos qualificados e com profissionais capacitados para os serviços de  desentupimento, hidrojateamento e limpeza de fossa.

Se você está precisando dos nossos serviços a nossa equipe profissional irá ajudá-lo no que precisar, atendendo de forma rápida e com o melhor custo/benefício. Nós trabalhamos muito para que você sempre esteja totalmente satisfeito com os nossos serviços.

Veja nosso Site antigo Desentupidora Campinas.

Também veja os links para os serviços que fazemos site antigo.

Caça Vazamento

Vasos Sanitários

Rede de Esgoto

Pias, Ralos e Tanques

Hidrojateamento

Limpa Fossa

A Empresa Desentupidora Campinas