Campinas tem alta de 104% sem número de casos de dengue em 3 semanas | Campinas e Região

Registro da Secretaria de Saúde de Campinas (SP) aumento de 104% nenhum número de casos confirmados de dengue, doença transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, nas últimas três semanas. São 529 casos até esta quinta-feira (8), contra 259 até 17 de março. Não houve mortes provocadas pela doença.

Um registro de registros, segundo o Departamento de Vigilância Sanitária (Devisa), está em 43 casos por 100 mil habitantes. Em março de março, o índice era de 21. Veja, abaixo, como tem ocorrido o crescimento dos infectados pelo vírus da dengue e as regiões mais afetadas.

Evolução dos casos de dengue em Campinas em 2021

Veja a curva do aumento de infectados pelo vírus transmitido pelo mosquito Aedes aegypti.

Fonte: Prefeitura de Campinas

O total, no entanto, é inferior ao registrado na metrópole no mesmo período do ano passado – início da pandemia da Covid-19. De 1 de janeiro a 13 de abril de 2020, a cidade tinha contabilizado 1.703 pessoas com dengue. Até o fim de 2020 foram 3.965 infectados, com uma morte.

Dengue na quarentena contra Covid-19

Diferentemente da realidade nos primeiros meses de 2020, os moradores estão mais confinados neste início de ano por conta da fase emergencial do Plano São Paulo para conter o avanço do coronavírus.

A Coordenadora do Programa Municipal de Controle de Arboviroses, Heloísa Malavasi acredita que o controle de criadouros do mosquito transmissor da dengue pode ser mais eficaz com as pessoas em casa.

"O período de confinamento não interfere diretamente na dinâmica da dengue, pois não é uma doença de transmissão pessoa a pessoa. Esse aumento é decorrente da sazonalidade da doença, relacionado a fatores climáticos – chuva e altas temperaturas – disponibilidade de criadouros", explica .

O mosquito Aedes aegypti é o principal transmissor da dengue, zika e chikungunya em regiões urbanas do Brasil – Foto: João Paulo Burini / Getty Images via BBC

A eliminação dos focos de ovos do Aedes deve ocorrer uma vez por semana, interrompendo o ciclo de vida do mosquito, para garantir que não haja proliferação.

"O fato das pessoas estarem mais em casa poderia ser aproveitado para estabelecer uma rotina de horário e eliminação de potenciais criadouros", conclui.

A Prefeitura de Campinas mantém um programa de controle e prevenção da doença por meio do Comitê de Prevenção e Controle das Arboviroses. Segundo o Devisa, 80% dos criadouros estão dentro de casa.

Agentes diariamente nos bairros orientando os moradores e localizando possíveis criadouros.

Casos por região e Centros de Saúde com mais registros

  1. Sudoeste: 152 (70 por 100 mil habitantes)
  2. Noroeste: 106 (58 por 100 mil habitantes)
  3. Sul: 92 (28 por 100 mil habitantes)
  4. Norte: 91 (40 por 100 mil habitantes)
  5. Leste: 88 (34 por 100 mil habitantes)

Criadouro do mosquito transmissor da dengue – Foto: Reprodução / EPTV

Em primeiro lugar, um região Sudoeste registrou 57 dos 152 infectados por dengue no Centro de Saúde (CS) São Cristóvão e outros 43 no CS Santos Dumont.

N / D região Noroeste, 34 casos se concentraram no CS Dr. Pedro Agápio de Aquino Netto – Balão do Laranja. Em seguida, CS Ipaussurama teve 19 registros.

UMA região sul teve mais positivos no CS Carvalho de Moura, 44. Depois dele, o CS Paranapanema surge com 10 diagnósticos.

N / D região Norte, o Centro de Saúde San Martin concentra o maior número de confirmações, 37. Em seguida, aparece o CS Anchieta, com 17.

UMA região Leste teve 33 casos confirmados no CS Taquaral e 22 no CS Sousas.

Agentes de saúde fazem visitas em Campinas para orientações sobre prevenção à dengue. – Foto: Reprodução / EPTV

  • Remover latas, pneus e outros objetos que conseguem acumular água.
  • Os vasos de plantas aquáticas devem ter a água trocada semanalmente.
  • Pratinhos dos vasos devem ser eliminados.
  • Vedar a caixa d’água e limpar a calha.
  • Os vasos sanitários que não estão sendo usados ​​devem ficar fechados, assim como os ralos.

VÍDEOS: Veja o que mais é destaque na região de Campinas

Fonte: Post Completo

Desentupidora campinas

Técnico em Desentupimento da Desentupidora Campinas

Essas foram mais umas das dicas e Noticias de Campinas e Região que a Desentupidora Campinas oferece diariamente em seus post por isso volte sempre para ver, temos posts novos todos os dias, de como desentupir pia, como desentupir ralo, como desentupir vaso, como contratar uma Desentupidora em CampinasTabela de Preço para serviços de Desentupidora, e por ai vai.

A Empresa Desentupidora

A Desentupidora Campinas atua no mercado a mais de 19 anos, tendo assim experiência e sabedoria ao executar um trabalho simples ou complexo.

DESENTUPIDORA CAMPINAS 24 HORAS

Serviços de Desentupimento de esgoto em geral, Hidrojateamento, Limpeza de Fossa, e Caixa de Gordura.

DESENTUPIDORA CAMPINAS faz serviços de desentupimento de caixa de gordura, limpa fossa, hidrojateamento e serviços de encanador.
Atendemos residências, condomínios, pontos comerciais e industriais. Nossa meta é trazer para os clientes a solução mais rápida do mercado.

Contamos ainda com muitos profissionais especializados, todos altamente qualificados e com equipamentos de ponta para execução de serviços como desentupimento de esgoto, limpa fossa, hidráulica, dedetização, encanador, caça vazamentos.

A marca DESENTUPIDORA CAMPINAS é melhor Desentupidora de CAMPINAS.

DESENTUPIDORA CAMPINAS atende a área de CAMPINAS e região. Somos qualificados e com profissionais capacitados para os serviços de  desentupimento, hidrojateamento e limpeza de fossa.

Se você está precisando dos nossos serviços a nossa equipe profissional irá ajudá-lo no que precisar, atendendo de forma rápida e com o melhor custo/benefício. Nós trabalhamos muito para que você sempre esteja totalmente satisfeito com os nossos serviços.

Veja nosso Site antigo Desentupidora Campinas.

Também veja os links para os serviços que fazemos site antigo.

Caça Vazamento

Vasos Sanitários

Rede de Esgoto

Pias, Ralos e Tanques

Hidrojateamento

Limpa Fossa

A Empresa Desentupidora Campinas

Call Now Button